Praça d`armas

Marinha

  "Existem três tipos de homens: os vivos, os mortos e os que andam no mar."

 
 

"Existem três tipos de homens: os vivos, os mortos e os que andam no mar."

 

 



Escrito por molleri às 17h03
[] [envie esta mensagem] []


 
  Azul

 
 

Azul



Escrito por molleri às 15h54
[] [envie esta mensagem] []


 
  Até que enfim!

 
 

Até que enfim!



Escrito por molleri às 07h26
[] [envie esta mensagem] []


 
  Ex-ministro da defesa vai pro bailéu!

 
 

Vai pro bailéu!

 

 



Escrito por molleri às 15h30
[] [envie esta mensagem] []


 
  Sem recursos

 
 

Sem recursos

"A Marinha está com 46% da frota parada e sem navios de escolta suficientes para dar proteção às plataformas do pré-sal. A previsão é que o projeto de construção do submarino com propulsão nuclear atrase mais quatro anos, sendo concluído após 2025 - última projeção feita."

http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/agencia-estado/2016/05/15/falta-de-recursos-deixa-46-da-frota-da-marinha-parada.htm



Escrito por molleri às 17h43
[] [envie esta mensagem] []


 
  Basta!

 
 

Basta!

     Prezados amigos,

     Como cidadão brasileiro e presidente da ATACH venho solicitar o empenho de todos para conscientizar seus familiares e amigos, dando especial atenção aos jovens, da importância de comparecermos na passeata do próximo dia 13 de março, a fim de demonstrarmos a nossa insatisfação com a impunidade, com a corrupção e com o descaso deste governo com o Brasil.

     Entendo que é muito mais confortável criticar na rede social, mas só isso não basta.

     O momento é este: o impeachment da Dilma, a campanha de reeleição da Dilma sendo investigada no TSE, o Lula sendo investigado pelo triplex no Guarujá e pelo sítio em Atibaia, as prisões do João Santana e de sua sócia e esposa, a posição da cúpula do PT em aumentar em 20% o bolsa família, independente do aumento dos gastos do governo, o rebaixamento do Brasil pelas três maiores empresas mundiais de avaliação de risco, afetando diretamente o volume de investimentos no país, a falta de imparcialidade e de credibilidade do Poder Judiciário nas tratativas que envolvem assuntos de interesse do PT, entre outros.

     Precisamos alertar aos jovens que, até o momento, foram fechadas 100 mil empresas e o número de desempregados já alcança o estrondoso número de 9 milhões.

     Com a economia em baixa e descontrolada, sem uma política séria e honesta não há investimento externo. Sem investimento não há empresas. Sem empresas não há emprego. Sem emprego há miséria, há violência. Caos!

    NÃO PODEMOS PERMITIR QUE O BRASIL VÁ PARA O FUNDO DO POÇO SEM NADA FAZER!

    Entendo que num domingo de sol, como provavelmente será o dia 13 de março, é muito melhor ficar em casa, ir à praia, ir ao shopping, do que ir a passeata a tarde com um sol escaldante.

     Mas se entendermos que esse nosso pequeno sacrifício será compensado com o afastamento definitivo de toda essa quadrilha que atualmente governa o Brasil, com a prisão dos culpados, com o fim da corrupção e da impunidade, com nova eleição, com enxugamento dos cargos do Governo, com a reformulação da economia, com o retorno dos investimentos externos, com a vinda de novas empresas, com o aumento de empregos e, finalmente, com a estabilidade da economia e da política, já valeu!

     Desde que entramos na Marinha, fomos orientados a não se envolver com a Política.  Política que seria conduzida por brasileiros responsáveis, competentes e preocupados em defender o Brasil e a criar condições para uma melhor qualidade de vida ao povo brasileiro. Porém, o que vemos, no momento, é um grupo de pessoas despreparadas, mal intencionadas, apátridas, obstinadas e corruptas.

     Diante desse cenário, mesmo sendo militares temos, como cidadãos brasileiros, o direito e o dever de nos posicionarmos contrário a toda essa situação lamentável em que se encontra o Brasil.

     Precisamos entender que as Associações de Turma, como reúnem um número significativo de Oficiais, familiares e amigos, em uma situação desta em que o país está totalmente fora de controle, representam um Grupo de Pressão importante e com grande capacidade para mudar as posições equivocadas das pessoas que nos cercam. Por isso, devemos nos empenhar para convencer o máximo de pessoas a comparecerem a passeata do dia 13/03.

 

     A hora não é de brincadeira! A hora é de reagir enquanto há tempo.

 

Eduardo Cruz (Presidente da ATACH)



Escrito por molleri às 07h44
[] [envie esta mensagem] []


 
  Aposentadoria polpuda

 
 

Aposentadoria polpuda

Um telegrama diplomático dos Estados Unidos, enviado em outubro de 2010 e vazado pelo Wikileaks, disse que a compra de equipamento militar por parte do Brasil - submarinos e jatos - representava o "plano de aposentadoria" de Lula:

"A compra de submarinos é tão sem sentido que só pode ter a ver com propina. Lula provavelmente está cuidando do seu plano de aposentadoria. E veja só: a compra acontece 'curiosamente' no fim de seu mandato. O mesmo vale para os jatos. Não podemos fazer nenhum negócio de verdade num lugar corrupto como o Brasil... A nossa avaliação é de que isso é puramente suborno".(Antagonista)



Escrito por molleri às 18h31
[] [envie esta mensagem] []


 
  Si vis pacem para bellum

 
 

Si vis pacem para bellum

Eu não vou rezar, não vou me lamentar, não vou chorar. Vou me preparar!

 



Escrito por molleri às 10h45
[] [envie esta mensagem] []


 
  Até que enfim!

 
 

Até que enfim!

Finalmente, três anos após serem condenados pelo Supremo Tribunal Federal, os mensaleiros José Genoino (PT), Roberto Jefferson (PTB) e Valdemar Costa Neto (PR) tiveram cassadas a Medalha do Pacificador, a mais alta condecoração do Exército Brasileiro. O ato é do general Vilas Boas, o atual comandante. O ex, general Enzo Peri, teve medo de irritar Dilma e não casou as medalhas, apesar de ser obrigado a isso pela legislação. Os mensaleiros já sumiram do Almanaque do Exército. (Claudio Humberto)

E a Marinha?



Escrito por molleri às 08h06
[] [envie esta mensagem] []


 
  Descanse em paz!

 
 

Descanse em paz!

 

O coronel reformado do Exército Carlos Alberto Brilhante Ustra morreu às 4h45 desta quinta-feira (15) aos 83 anos de idade no hospital Santa Helena, em Brasília. Autor do livro acima que desmonta as versões da canalha comunista sobre ações dos órgãos de repressão.

Descanse em PAZ!

"Estaremos sempre solidários com aqueles que, na hora da agressão e da adversidade, cumpriram o duro dever de se opor a agitadores e terroristas de armas na mão, para que a Nação não fosse levada à anarquia".

(Ministro do Exército (1979-1985), General Walter Pires de Carvalho e Albuquerque)

 



Escrito por molleri às 13h48
[] [envie esta mensagem] []


 
  Incomparável

 
 

Incomparável

Ashton Carter
Secretário de Defesa dos Estados Unidos da América 
Escritor de mais de 11 livros e 100 artigos sobre assuntos que versam de história medieval, a física e segurança nacional. PHD em Física pela Universidade de Oxford, Física e História Medieval por Yale e pela Universidade de Edimburgo. Professor de Harvard e portador da medalha de Inteligência e Defesa do governo dos Estados Unidos da América.

Aldo Rebelo
Ministro da Defesa do Brasil
Comunista do PC do B, jornalista (faculdade não informada), ex-presidente da UNE. Deputado federal com projetos famosos e polêmicos como o de limitação de estrangeirismos na língua portuguesa, a criação do Dia Nacional do Saci-pererê e o Pró-Mandioca.



Escrito por molleri às 07h32
[] [envie esta mensagem] []


 
  Despedida

 
 

Despedida

 

F Bosísio (F 48)

Ontem, a fragata Bosísio (F48) deu baixa do serviço ativo da Marinha do Brasil e durante seu último Cerimonial à Bandeira, o navio tremeu e “apagou”, ficou às escuras sem energia por alguns instantes.

A Bosísio estava recebendo energia de terra e, logo depois, ela retornou do nada, no momento do sinaleiro dizer “arriou”.

Os marinheiros sabem que os navios têm alma e a Bosísio, depois de quase 20 anos de serviço na Marinha do Brasil, certamente não queria ir de baixa.

Mas na vida nada é eterno e os navios, assim como os homens, passam. Permanecem porém as lembranças dos tempos de glória, dos exercícios, das operações da busca e salvamento, das fainas etc.

Fica aqui nossa homenagem à Bosísio e a todos os que a tripularam. Bravo Zulu, Bosísio! Missão Cumprida! (Poder Naval)



Escrito por molleri às 10h00
[] [envie esta mensagem] []


 
  Defesa do compadrio

 
 

Defesa do compadrio

 

Após a ex-ministra da Secretaria de Relações Institucionais Ideli Salvatti ser nomeada assessora de Acesso a Direitos e Equidade da Organização dos Estados Americanos (OEA), em Washington, o governo indicou o marido da petista para o cargo de ajudante da Subsecretaria de Serviços Administrativos e de Conferências na Junta Interamericana de Defesa, também na capital americana. As nomeações geraram desconforto na própria OEA, no Itamaraty e entre militares.

O segundo-tenente músico do Exército, Jeferson da Silva Figueiredo, casado com a petista, assume as novas funções no dia 1º de outubro. Ele vai exercer o cargo por dois anos e terá remuneração de U$ 7,4 mil, correspondente a mais de R$ 30 mil mensais. Figueiredo também recebeu ajuda de custo para sua ida para os Estados Unidos de cerca de US$ 10 mil, mais de R$ 40 mil. 

A nomeação foi feita antes de o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, ter anunciado o novo corte no Orçamento e severas restrições de gastos públicos para enfrentar a crise econômica. A portaria de transferência do marido de Ideli foi assinada no dia 5 de agosto pelo ministro da Defesa, Jaques Wagner, a pedido da ex-ministra.

Ideli inicialmente procurou o Exército para pedir a designação de Figueiredo. Mas foi avisada de que essas nomeações passam por um processo de seleção, onde vários fatores são analisados e que a Força não dispunha dessa vaga. Ideli, então, recorreu a Wagner que atendeu seu pedido, e assinou a portaria avocando o parágrafo único do artigo 1º do decreto 2.790 de 1998, que dizia que "ao ministro do Estado Maior das Forças Armadas é delegada competência" para baixar atos relativos aos militares que servem naquele órgão (OEA) e que, nas Forças, a prerrogativa é dos comandantes. 

Um mês depois, esse decreto foi revogado e os comandantes perderam essa prerrogativa, sem serem avisados. Diante da repercussão negativa entre os militares, o governo foi obrigado a recuar.

Requisitos

Com a nomeação de Figueiredo, o Brasil passará a contar com 19 militares na Junta Interamericana de Defesa: 11 oficiais e oito praças. Conforme o Ministério da Defesa, trabalham na entidade 57 militares e civis de 23 dos 27 Estados-membros. A Junta tem a função de prestar à OEA "serviços de assessoramento técnico, consultivo e educativo sobre temas relacionados com assuntos militares e de Defesa".

Figueiredo, de acordo com a pasta, exercerá atribuições em funções administrativas. A "missão é do tipo transitória e de natureza militar", conforme portaria de designação. A jornada de trabalho é de 32 horas semanais. O ministério afirma que Figueiredo "preenche os requisitos necessários para ocupar o cargo".

No início do ano passado, o marido da ex-ministra já tinha sido alvo de uma polêmica. Ele foi designado para sua primeira missão internacional pelo então ministro da Defesa Celso Amorim para que fosse à Rússia, por duas semanas, integrando uma comissão de dez pessoas que foi avaliar o sistema antiaéreo Pantsir-S, que o Exército brasileiro estava interessado em comprar. Sua habilitação e formação para a função foram questionadas para a missão, mas o marido de Ideli explicou que fora escolhido porque fala russo.

 



Escrito por molleri às 09h41
[] [envie esta mensagem] []


 
  Mordomia na Defesa

 
 

Mordomia na Defesa

Moradores da superquadra 203 Sul, em Brasília, denunciam, indignados, a mordomia de uma "assessora especial" do ministro da Defesa, Jaques Wagner, que tem à sua disposição durante todo o dia um caro oficial placa branca, que caracteriza veículo de "serviço".

Além de ilegítima, a mordomia é proibida por lei: a assessora privilegiada usa carro de serviço como se fosse de representação, de placa preta, restrito a autoridades.

O veículo do Ministério da Defesa que serve à mordomia da assessora, de marca Logan, tem a placa PAC 5457, e na porta as inscrições "MD – Governado Federal – Poder Executivo – Uso exclusivo em serviço".

Segundo os vizinhos, o motorista vai buscar a assessora em casa pela manhã e a leva de volta à tarde. Vizinhos e contribuintes, eles acham injusto que o dinheiro público seja desperdiçado na mordomia da assessora especial de Jaques Wagner, principalmente nestes tempos de crise.

Maria Vitória Silveira, que é servidora pública e moradora da 203 Sul, acha a mordomia um disparate. "Esse governo irresponsável da Dilma quer aumentar impostos, recriar a CPMF, impor sacrifícios à população, mas a turma do PT não abre mão dos seus privilégios, nem das mordomias".

"Eles se locupletam de tudo, metem a mão, roubam, adoram mordomias", afirma, entre indignado e resignado, Manoel Messias dos Santos, aposentado e também morador da 203.

DIÁRIO do PODER



Escrito por molleri às 06h33
[] [envie esta mensagem] []


 
  Comunista safado!

 
 

Comunista safado!



Escrito por molleri às 07h53
[] [envie esta mensagem] []


 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]  
 
 



Meu perfil
BRASIL, Homem, de 56 a 65 anos, English, Spanish



HISTÓRICO


CATEGORIAS
Todas as mensagens
 Marinha
 Política



OUTROS SITES
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis


VOTAÇÃO
 Dê uma nota para meu blog!